Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Março 28 2011

C O N V I T E

 

 

 

 

de

 

JOÃO COELHO DOS SANTOS

 

Autor do livro e ensaiador

da turma de Teatro da ULTI - Universidade de Lisboa para a Terceira Idade

 

  O CAPUCHINHO AZUL

 

 

PROGRAMA DOS ESPECTÁCULOS

 

28 Março de 2011

2ª feira - 15,30 h – Auditório Natália Correia – Carnide / Lisboa

Para  crianças e professores das Escolas do Bairro Padre Cruz

 

29 Abril de 2011

6ª feira – 11,00 h – Auditório de Nª Srª do Amparo – Benfica – Lisboa

Para  crianças e professores da primária do Externato Grão Vasco

 

12 Maio de 2011

6ª feira – 17,00h – Auditório Carlos Paredes - Benfica / Lisboa

Para  alunos e professores da Escola Secundária Pedro de Santarém

 

04 Junho de 2011

Sábado – 11,30h – Auditório do Zoo de Lisboa

(Lançamento, em um único livro, das peças de teatro - fábulas:

O Macaco Nabiça - O Capuchinho Azul, com Prefácio de Nicolau Breyner).

 

Todos os espectáculos com entradas gratuitas.

Reserve os seus lugares.

tel. 917 43 42 49

 

 

colocado por Maria Ivone Vairinho

 

publicado por appoetas às 19:35

Março 28 2011

Olá amigos muito especiais

 

DOCE PRIMAVERA
É a composição poética com que saúdo todos os meus amigos e leitores
no ressurgir de mais um Primavera no hemisfério Norte.
Veja o tema em poema da semana ou aqui neste link:

 

http://www.euclidescavaco.com/Poemas_Ilustrados/Doce_Primavera/index.htm

 

Cordiais saudações a todos vós.
Euclides Cavaco
cavaco@sympatico.ca

 

Aceite o meu convite e venha tomar comigo um cálice de poesia.
Entre por aqui na minha sala de visitas e saboreie da que mais gostar...
www.ecosdapoesia.com

 

 

 

publicado por appoetas às 18:53

Março 24 2011

Solitário nasceu e há-de morrer

Poeta que é Poeta a tempo inteiro!

Sabe bem que nasceu só pr`a escrever,

Nunca o fez pr`a mostrar-se ou ter dinheiro!

 

Poeta é mesmo assim! O seu dever

É ser, na sua essência, verdadeiro,

Esquecer-se de si próprio e transcender

Fronteiras deste humano cativeiro…

 

Poeta que é Poeta, é por dever

Que nega o que vos possa dar prazer

E, despojado, abraça a fantasia!

 

Poeta, dá-se inteiro e nada quer

De um caminho que o leva onde ele puder

E onde o quiser levar a Poesia!

 


 

Maria João Brito de Sousa – 22.03.2011 – 18.46h

publicado por Maria João Brito de Sousa às 14:30

Março 23 2011

POETAS DO MEU PAÍS
É o tema com que  presto meu preito de homenagem aos poetas
e à poesia, na passagem de 21 de Março,  proclamado pela Unesco:
DIA MUNDIAL DA POESIA.

 

Domingo dia 20 celebraremos em Toronto esta data tão significativa
num evento especial organizado pelo jornal FAMILIA PORTUGUESA
para o qual estão todos implicitamente convidados.
Venha celebrar connosco este dia no Ambiance Banquet Hall.

 

Ouça e veja POETAS DO MEU PAÍS em poema da semana ou neste link:

 

http://www.euclidescavaco.com/Recitas/Poetas_do_Meu_Pais/index.htm

 

Euclides Cavaco
cavaco@sympatico.ca

 

Aceite o meu convite e venha tomar comigo um cálice de poesia.
Entre por aqui na minha sala de visitas e saboreie da que mais gostar...
www.ecosdapoesia.com

 

 

 

publicado por appoetas às 12:39

Março 23 2011

SER MULHER
É o meu poema declamado com que saúdo e tento dignificar os
predicados da MULHER  o qual mui merecidamente  dedico a todas
mulheres do mundo na passagem  do dia  internacional da MULHER.
Ouça-o e veja-o  em Poema da Semana ou aqui neste link:

 

http://www.euclidescavaco.com/Poemas_Ilustrados/Ser_Mulher/index.htm

 


As minhas mais calorosas saudações.
Euclides Cavaco
cavaco@sympatico.ca

 

Aceite o meu convite e venha tomar comigo um cálice de poesia.
Entre por aqui na minha sala de visitas e saboreie da que mais gostar...
www.ecosdapoesia.com

 

publicado por appoetas às 12:36

Março 21 2011

Tem dias que escorrega

Morde, dilacera e ri

Outros que beija

Ama, abraça e sorri

 

A poesia é silêncio

É dor, é paixão

É gargalhada de criança

É grito, é união

 

É guitarra, é saudade

É fado e liberdade

 

É orgasmo inquieto

É amargo na escuridão

É certeza de uma vida

É caminho de ilusão

 

É um rasgo da alma

Frida aberta no peito

É escrita desalmada

Dedos que ardem, sem jeito

 

 

 

Vanda Paz

21.03.2011

publicado por Vanda Paz às 17:29
Tags:

Março 18 2011

A poesia

 

A poesia, passeia pela rua vestida de pensamento

Desbrava a intimidade do ser

e pousa conscientemente nos caminhos da solidão

 

Canta e ri das tropelias da vida

mostra-se em cada gesto,

em cada jeito

e sobrevive em cada virar de esquina

 

Chega no sopro do vento

reflecte-se no muro alto e cego

edificado nas razões agrestes

 

É um gerador de vontades e compromissos

residente em todos

e em tudo o que nos rodeia

 

Dependente apenas

do olhar que nasce

na alma do poeta

 

12/08/09

Mavilde Lobo Costa

 

 

publicado por carmemzita às 19:37
editado por appoetas em 23/03/2011 às 12:48

Março 16 2011

 

BRINDAR À VIDA


Quando não complicamos,
a vida é um céu azul 
Que nos inspira, 
e promove a festa ao coração, 
que nos vai enchendo 
de felicidade e amor

Ela é feita de laços, afectos,
pequenos gestos e carinhos
Porquê então pensar que nada 
de positivo nos acontece,
e que o bom 
só está próximo dos outros

 

Se quisermos não é bem assim, 
as oportunidades da vida 
também nos caem nas mãos
Só as temos de agarrar,
com a força de quem é vencedor 
e não o vencido da batalha

Como se tivessemos a disputar 
uma partida de xadrez, 
jogando as pedras certas, 
nas casas respectivas,
que nos faz dar o cheque mate 
à fatalidade

 

O melhor portanto,
é não nos metermos 
por maus atalhos, não complicar, 
e brindar ao prazer da vida, 
que até poderá ser
com um bom nectar Porto Vintage

 

de: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 18:31
editado por appoetas em 23/03/2011 às 12:48

Março 16 2011

Todas as ruas pedem multidões,

Amantes passeando de mãos dadas,

Canteiros florescentes das paixões

Que nelas encontremos semeadas,

 

Casas brancas, varandas com varões,

Vasos florindo nalgumas sacadas

E amplas portadas com caramanchões

Como os das velhas urbes encantadas…

 

Todas as ruas dão para um jardim

Com vista para o mar, um lago, um rio

De águas serenas, verdes como jade,

 

Onde cada edifício tenha um fim

E preencha de vida o tal vazio

Que  antecede o Projecto da Cidade…

 


 

Maria João Brito de Sousa – 15.03.2011 - 00.27h

 

publicado por Maria João Brito de Sousa às 17:36

Março 16 2011

 

 

LEMBRANÇAS E DESESPERO


Foi embora o Outono,
e não me deixa saudades
Suas noites são frias,
melancólicas, e silenciosas
E junto à lareira, no calor 
de sua fornalha, adormeço 
preso a um livro de acção,
por vezes tão sombrio 
como a noite

As noites de Outono 
não me trazem boas memórias
Foi numa delas, que perdi aquela 
que era o meu doce viver 
Agora, me resta apenas um livro, 
e a brasa da minha lareira, 
que não aquece meu coração 
cheio de cicatrizes

 

Por vezes sussurro a Deus,
zangado por sua insensibilidade
que trouxe esta solidão,
que me leva, à absoluta dor
“És tão cruel meu Deus,
porque não me levas
para junto de quem me trazia
a quentura da alma”

Aqui estou só, nestas noites frias 
onde rasgo lembranças de desespero 
num grito alvoraçado,
que vai em busca da louca paixão
Que se encontra no seu 
porto seguro da eternidade, 
e me deixa aqui a morrer 
de perene saudade

 

Vivo no sonho de encontrar
a luz para ir no seu caminho 
Meu amor partiu, 
e deixou a perplexidade
no fundo de mim, 
como uma dança oculta,
que é uma constante 
na minha vida
Dela apenas desejo um abraço
outra vez, puro Indivisível 
como a flor
É a minha paixão
de manifesto, lucidez

 

de: fernando ramos

 

publicado por Fernando Ramos às 16:20
editado por appoetas em 23/03/2011 às 12:49

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
19

20
22
25
26

27
29
30
31


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO